sábado, 22 de março de 2014

Terceira idade é mesmo a melhor idade?

                                                                    Imagem Google

Oi pessoal.... tudo bem com vocês?

Enfim o outono chegou..... 

Já estou trabalhando em ritmo total....

Não deu muito tempo de vir aqui postar, mas passei por aí visitando vocês.

A última semana foi a mais corrida, por conta de ter que acompanhar minha mãe 

em consultas e exames, e foi daí que me veio vontade de escrever sobre esse assunto.

Eu não sei os pais de vocês, mas os meus já são idosos.

E sempre que precisa eu os acompanho em consultas, exames, essas coisas.

E aí a gente vai vendo como é difícil  envelhecer.

Meus pais tem saúde boa, as poucas coisas que aparecem são relativas a idade mesmo.

Mas mesmo assim é dificílimo a pessoa não conseguir mais fazer o que gosta, o que quer, 

com a mesma agilidade de antes.

Quantas vezes fico só observando e noto o caminhar diferente, mais lento, as mãos que não 

tem mais tanta firmeza. Os pequenos esquecimentos.

Em casa o envelhecer foi tranquilo,

porque eles não gostam dessas coisas de terceira idade....

Somente envelhecem. E sem muitos traumas também.

Eu pensei em adaptar a casa com aquelas barras, mas minha mãe não quis.... disse que fica 

parecendo enfermaria, e ela seria bem capaz de sair pendurando toalhas bordadas e 

paninhos nas barras.... rs.... Então não coloquei.

 Eles são bem independentes, meu pai até mais do que deveria ser.

E assim eles vão vivendo a velhice deles, um dia de cada vez. 

E eu agradecendo a DEUS todos os dias por eles estarem aqui comigo,

e eu ter a benção de poder cuidar, e amar, quase da mesma maneira que fizeram comigo.



Mas uma coisa que penso e acho até estranho, eu não consigo me ver assim idosa, velhinha.

Eu sei que vou  (e de certa forma já estou) envelhecer, mas visualizar eu não consigo.

Fico observando e já temos uma grande quantidade de idosos circulando por aí, e vejo que

o Brasil não se preparou para cuidar, assistir seus idosos.

Morro de medo de envelhecer aqui. 

Medo do descaso, da falta de educação, da falta de preparo.

Mas uma coisa eu sei, quero trabalhar enquanto vida eu tiver. 

Porque assim foi com minhas avós, e está sendo com minha mãe.


Sei que algumas queridas que comentam aqui não moram no Brasil,

então se quiserem, nos contem como é o idoso onde vocês vivem.


E para quem quiser falar no assunto será muito gostoso.

Já pensaram daqui a 20, 30, 40 anos a gente vivendo tudo isso?!


Beijocas

sábado, 8 de março de 2014

Parabéns meninas!!!!

Hoje é dia de homenagem....

Sei que muitas não gostam do Dia Internacional da Mulher....

Mas sei também que muitas mulheres lutaram por nós no passado....

Se trabalhamos, temos conta em banco, dirigimos,

carro que nós mesmas compramos, se votamos, viajamos sozinhas pelo mundo,

devemos muito a essas mulheres, que não tiveram medo....

Eu devo muito as mulheres da minha família, minhas avós,

minha mãe, minhas tias e primas que sempre me mostraram a beleza e

a grandeza do sexo feminino.

Amo ser mulher.... tenho orgulho de ser mulher....


Li um texto lindo e queria repartir com todas, aqui no meu bloguinho.....






Hoje é o dia das mulheres, e elas são o meu assunto favorito!

Um monte de gente fazendo homenagens e mandando mensagens carinhosas porque é isso: temos que cuidar com delicadeza das flores do nosso jardim. Hoje e sempre! Musas, divas, amigas, colegas de trabalho, personagens da nossa imaginação, para onde olho ou vagueie o meu pensar, elas sempre lá estão. Ocupando o melhor lugar! Sou um apaixonado pelo universo feminino e isto é muito mais completo e bonito do que o corpo da mulher ou alguma delas por mais que seja especial. O homem que sabe aproveitar a beleza real da mulher acaba por perceber que o feminino do mundo inclui e transcende o amor e a beleza que a sua amada lhe torna palpável. Apalpe-a, sempre e muito, mas observe que a beleza intangível da mulher está em todas e em tudo o que elas exalam. Ô mundo besta, se as mulheres não existissem!
E como é dia delas, aproveite para implicar com elas. Elas gostam! Gostam porque se irritam e sabem que se importam porque ficaram irritadas e que você implicou porque pensou nela e se importou e isso significa que você esteve preso em sua rede, fascinado, encasquetado, incomodado mas atento. E tudo bem! Elas são muito esquisitas mesmo! Hahahaha.
Só não aceite que as homenagens e implicâncias sejam exclusivamente dos homens para elas. Que é isso? Mulheres não podem contemplar a força e a grandeza de outras mulheres? Podem e devem? E implicar também! Como se já não fizessem isto o tempo todo! Sim, há que haver equilíbrio entre os sexos, igualdade, compreensão e sobretudo amor em todas as suas expressões. Mas a mulher deve compreender que ser grande, forte, livre e “igual” também a liberta para ser quem propõe, elogia, provê, toma a iniciativa, o controle, a responsabilidade. A mulher pode tudo. Até elogiar a própria mulher e homenageá-la no dia da mulher.
Mas, aqui entre nós, eu bem queria que elas, no dia delas, nos oferecessem um sorriso, um afago na alma, e nos acalmassem a angústia de jamais entende-las. Com a promessa feita, só com o olhar, de que nós somos correspondid
os em nosso eterno amor.  


Leo Jaime




Parabéns para todas nós!!!!




Beijocas